• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura
Lentes de Contacto 365 em DECO PROTESTE: Loja Online Aprovada
Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

Miopia nas crianças: conheça os sintomas e o melhor tratamento para a miopia infantil

Nota que o seu filho se senta muito perto da televisão? Ele segura os livros perto do rosto para lê-los? Então, provavelmente ele tem miopia infantil. Ou seja, a sua visão à distância é deficiente. Ele só vê bem ao perto, enquanto as imagens distantes ficam difusas ou borradas.

Miopia nas crianças: conheça os sintomas e o melhor tratamento para a miopia infantil

Geralmente, esse tipo de condição começa entre os 6 e 14 anos. Mas, qual é o problema real? Embora seja uma condição ocular que pode ser corrigida com óculos, também costuma ser um sinal de que outras doenças oculares podem surgir no futuro.

Continue a ler e conheça tudo o que a miopia nas crianças implica.

Sintomas de miopia nas crianças:

Com a finalidade de prevenir ou encontrar um tratamento para combater esse problema de refração, é indispensável que tente identificar os primeiros sintomas que aparecem. São os seguintes:

Aproximação dos objetos perto do rosto

Observar o quanto o seu filho se esforça para ler livros, ver presentes ou assistir à televisão pode ser uma maneira simples de detetar o problema.

Dores de cabeça frequentes

Dores de cabeça costumam ser comuns. As razões podem ser variações na pressão atmosférica ou alergias. Registe a frequência das dores de cabeça e, se acontecerem mais de uma vez por semana, procure um especialista.

Desvio dos olhos

Quando é difícil focar, as crianças apertam os olhos na tentativa de corrigir a visão. Nesse momento, o seu filho pode ficar vesgo por um instante, devido a uma mudança breve na tensão dos músculos oculares.

Fechar um olho para ler

Fechar ou cobrir um olho para ver melhor é um claro sintoma de miopia. Essa é uma estratégia para focar e ver com clareza.

Coçar os olhos constantemente

Dessa forma, as crianças expressam desconforto. Inclusive, isso pode ser uma indicação de fadiga visual. Como primeira medida, evite o uso de ecrãs digitais. Se não houver melhoria, agende uma consulta com o oftalmologista.

Olhos lacrimejantes

É normal associar isso à irritação ou alergias. No entanto, o desconforto causado pela miopia também pode levar a olhos lacrimejantes.

Causas da miopia infantil

AUma ou várias dessas causas podem contribuir para o desenvolvimento rápido ou gradual da miopia no seu filho. Vamos ver:

Crescimento anormal do olho

Geralmente, a miopia na infância começa devido a problemas no crescimento do olho. O mais comum é que ele cresça mais rápido do que o esperado. Outra possibilidade é que o seu desenvolvimento não pare.

Genética

A miopia pode ser uma condição herdada. Nesse sentido, se a criança tem pais com miopia, ela é mais suscetível a desenvolvê-la.

Realização de muitas tarefas que causam miopia

Existem atividades que exigem o foco no centro do olho, enquanto a visão periférica permanece desfocada. Por exemplo, usar ecrãs digitais ou ler. Se o seu filho fizer isso de forma prolongada, é perigoso. Tente garantir que ele faça pausas de 30 ou 40 minutos.

Pouco tempo ao ar livre

Alguns estudos mostraram que a exposição à luz natural ajuda as crianças a prevenir a miopia. Um estudo mostrou uma diferença significativa nas taxas de miopia entre Austrália e Singapura. No primeiro, as crianças passam até 7 horas ao ar livre.

Diagnóstico da miopia nas crianças

Como em qualquer problema visual, a única maneira de diagnosticar a miopia é através de um exame oftálmico. Dessa forma, o especialista avaliará a saúde ocular da criança. Devido a ser uma condição muito comum, não haverá complicação em identificá-la.

No entanto, para confirmar o resultado, é necessário realizar outros testes mais precisos. São os seguintes:

Teste de acuidade visual

Mede o quão nítida é a visão em determinadas distâncias. O médico pedirá à criança para cobrir um olho e ler uma tabela optométrica, que contém símbolos e letras de tamanhos diferentes.

Teste com foróptero:

Aqui, a criança precisará de um dispositivo com diferentes lentes para ler a tabela optométrica. Dessa forma, o oftalmologista determinará a graduação necessária para corrigir o problema.

Exame do interior do olho

Também será necessário verificar o estado das estruturas internas do olho, como o nervo óptico e a retina. Para isso, o especialista colocará gotas especiais para dilatar os olhos e examinar o interior com uma lente especial.

Além de tudo isso, é provável que sejam realizados outros exames para verificar a gravidade da condição. Serão avaliados:

Esses exames ajudarão a determinar a extensão da miopia e a melhor abordagem de tratamento para a criança.

Fatores de risco da miopia nas crianças

Conhecer os fatores de risco dessa doença permitirá que controle o seu desenvolvimento. Vamos ver quais são:

Etnia

Alguns estudos têm mostrado que a origem étnica influencia o desenvolvimento da miopia infantil. Especificamente, crianças de origem asiática e hispânica estão na população de maior risco, em comparação com crianças de origem europeia caucasiana.

Idade

Geralmente, a miopia começa a afetar as crianças a partir dos 6 anos de idade. Essa condição pode persistir até os 14 anos e piora com o tempo. A progressão costuma ocorrer até aproximadamente os 20 anos de idade.

Miopia dos pais

Se pelo menos um dos pais tem miopia, é provável que a criança também enfrente essa situação. Na verdade, se ambos os pais são míopes, o risco aumenta seis vezes mais.

Fatores ambientais

Quanto mais tempo a criança passar ao ar livre, menor será o risco de desenvolver miopia. Cientistas têm comprovado que, para cada hora por semana dedicada a atividades na natureza, o risco de desenvolver miopia é reduzido em 2%.

Tratamento para miopia na infância

O objetivo do tratamento é melhorar a visão do seu filho. Como fazer isso? Através de técnicas que ajudam o olho a focar a luz no lugar correto, ou seja, na retina.

Além disso, é essencial fazer um acompanhamento regular para detetar se existem complicações que possam levar ao surgimento de outras doenças. Vamos ver os melhores métodos:

Colírios em baixas doses

Os melhores colírios usados nesses casos são os que dilatam as pupilas, como a Atropina. No entanto, eles são aplicados em doses muito baixas, ao contrário dos usados em exames oftálmicos.

Lentes de contacto

As lentes corretivas são aliadas, pois evitam o aumento da curvatura da córnea e do comprimento do olho. Para crianças, as lentes multifocais especializadas funcionam muito bem, pois embaçam a sua visão periférica. Portanto, é viável usar óculos ou lentes de contacto.

Reduzir o tempo de exposição a dispositivos eletrônicos

Sabemos que, nos dias de hoje, é difícil fazer com que as crianças se afastem dos dispositivos tecnológicos. Portanto, o objetivo é equilibrar o tempo que elas passam em frente aos ecrãs com o tempo dedicado a atividades ao ar livre. Dessa forma, protegerá a visão delas.

Ortoqueratologia

Essa é uma técnica usada durante a noite. Especificamente, a criança usará uma lente de contacto rígida, cuja missão é nivelar a córnea. Essa modificação permitirá que, durante o dia, a luz seja melhor focalizada na retina e, portanto, o seu filho não veja embaciado.

Por que não se recomenda a cirurgia LASIK nas crianças?

Durante a cirurgia LASIK, o cirurgião modifica a córnea. Para isso, ele cria um flap (uma espécie de tampa) e remove tecido do órgão usando um laser. Dessa forma, ele aplaina a estrutura para que, finalmente, a luz possa focar na retina.

Embora seja um procedimento simples, não é uma cura milagrosa para todos os casos dessa condição, como muitos acreditam. A cirurgia LASIK é indicada para adultos, pois a prescrição da sua correção visual não muda.

Com isso em mente, a LASIK não é eficaz em crianças, porque o problema refrativo delas sempre vai variar até atingirem cerca de 20 anos. De fato, se a miopia for alta, a cirurgia também não impedirá o desenvolvimento de glaucoma, cataratas ou descolamento de retina.

Como prevenir a miopia nas crianças?

Dependendo das causas que levem ao desenvolvimento da miopia, é possível preveni-la. Se estiver relacionada a fatores genéticos, pode não haver oportunidade de prevenção. No entanto, siga estas orientações para retardar o aparecimento da miopia:

  • Leve a criança ao especialista pelo menos uma vez ao ano para avaliação e triagem.
  • Limite o tempo que a criança passa a usar dispositivos digitais. Os ecrãs podem acelerar o início da miopia.
  • Incentive o seu filho a brincar ao ar livre.
  • É importante que ele use óculos de sol. Certifique-se de que protejam os olhos da radiação UV.
  • Faça pausas sempre que ele estiver concentrado numa uma atividade ao perto.
  • Evite que ele leia em condições de pouca luz.
  • Inclua alimentos saudáveis na sua alimentação. Escolha aqueles que contêm ácido graxo ômega-3 e frutas.

É claro que é impossível reverter a miopia infantil. Mas é possível desacelerá-la ou preveni-la, como já foi mencionado. De qualquer forma, a chave é prestar atenção no comportamento da criança. Se notar que ela faz coisas estranhas, como aproximar objetos dos olhos, não hesite em levá-la ao oftalmologista.

Por fim, tenha ou não dúvidas, promova hábitos oculares saudáveis. Lembre-se de que a miopia infantil surge, na maioria dos casos, devido à fadiga visual causada pelos dispositivos digitais usados nos dias de hoje.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »