• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

Como proteger a visão dos ecrãs digitais

Conselhos para proteger a vista

Hoje em dia, são poucas as pessoas que não são obrigadas a passar várias horas por dia com a visão fixa num ecrã. Desde crianças a pessoas prestes a reformarem-se, a luz azul dos ecrãs está a cobrar o seu preço porque, não nos podemos esquecer, é preciso somar o tempo que passamos a ver televisão ou no smartphone. Portanto, mesmo se usarmos um filtro no ecrã do computador, continuamos a expor os nossos olhos várias horas por dia em muitos casos.

Para proteger os olhos dos danos causados pelos ecrãs dos dispositivos digitais, existem óculos específicos com filtros de luz azul, mas também outras medidas que têm a mesma eficácia quando usadas em conjunto.

Por que razão os ecrãs afetam a nossa visão?

A luz que os dispositivos digitais emitem tem uma elevada percentagem do espectro de radiação visível azul. Isto significa que é parecida à luz solar do meio-dia, quando o céu está limpo.

A fisiologia dos nossos olhos não está adaptada para um mundo em que é meio-dia 10 horas ou mais por dia, de forma a que, com o passar dos anos, a visão está a sofrer danos para os quais a OMS já alertou: devemos minimizar esta incidência com óculos especiais ou lentes de contacto específicas.

Aos danos causados pela luz azul, devemos acrescentar o facto de que nossa visão não foi capaz de se adaptar em algumas gerações, ao estar todo o dia a enfocar a curtas distâncias, o que aumenta a incidência da miopia entre uma população cada vez mais jovem. Por isso, é essencial controlar a distância do ecrã do computador e não trabalhar muito aproximado a ele, tal como ver televisão respeitando uma distância mínima de 2 metros, e quanto mais ultrapassarmos este valor, melhor será para os nossos olhos.

Que consequências poderá ter para a nossa visão?

A longo prazo, a exposição prolongada e contínua a ecrãs de dispositivos digitais favorece que a visão apresente um envelhecimento prematuro, principalmente, se falarmos da degeneração macular relacionada à idade (DMRI), como acontece com as pessoas que se expõem ao sol sem bons óculos de sol. Também se acrescenta o risco de apresentar miopia desde a infância ou adolescência.

Basta apenas um dia com a visão fixa num monitor que não incorpore filtros e tenha um nível de brilho elevado para que, sem nos protegermos corretamente, apareçam sintomas de fadiga visual: irritação ocular, lacrimejamento e possível visão turva. Além disso, quando olhamos para um ecrã, tendemos a pestanejar menos do que deveríamos, de modo que pessoas que sofrem de olho seco tendem a piorar os sintomas, a menos que adaptem o tratamento.

Como cuidar a visão dos ecrãs?

Óculos ou lentes protetoras

Uma boa barreira física contra a luz azul é a melhor defesa. Poderá colocar esta barreira à frente do ecrã do seu computador ou, ainda melhor, investir nuns óculos ou lentes para usuários de dispositivos digitais, que já tenham o filtro físico e que possam ser utilizados para ver televisão ou ler um livro digital antes de ir dormir.

Lentes de Contacto Acuvue Oasys 1-Day for Astigmatism

As Lentes Acuvue Oasys 1-Day for Astigmatism são especialmente indicadas para usuários de ecrãs digitais e para usuários expostos a ambientes exigentes / adversos, como locais com ar condicionado. Indicadas para olhos mais secos e sensíveis.

Saiba mais

Este tipo de óculos permitem reduzir o impacto negativo da luz dos dispositivos digitais nos ritmos circadianos, o que evitará noites de insónia caso se necessite ficar conectado quando anoitece.

Lágrimas artificiais ou substâncias equivalentes

As pessoas que sofrem da síndrome de olho seco utilizam estas lágrimas, no entanto, não se surpreenda se descobrir que também necessita de algum destes produtos para cuidar dos olhos em dias com especial carga de trabalho. Ao problema da diminuição da frequência do pestanejar, devemos acrescentar a incidência da utilização de óculos com filtro azul.

As lágrimas artificiais são um produto inofensivo, sem corticosteroides. Foram formuladas a pensar no uso crónico, por isso, se precisar delas, só terá de escolher se prefere o formato de dose única ou multi-dose e o nível de hidratação que necessita. Os seus olhos ficarão gratos.

Descansos oculares a cada hora

Mesmo que proteja os seus olhos com óculos ou lentes de contacto e com produtos humectantes, convém fazer descansos visuais a cada hora, da mesma forma que são também recomendados quando passamos muitas horas a ler livros com letra pequena, principalmente se se utiliza uma luz artificial.

    Como se descansa a visão?

  • Em primeiro lugar, deixe de olhar para o livro ou ecrã e enfoque a uma distância superior. Por exemplo, olhe pela janela.
  • Pestaneje várias vezes de forma lenta mesmo que nesse momento não sinta necessidade. Este gesto simples ajuda a humectar os olhos nos casos mais leves de olho seco.
  • Poderá efetuar alterações no enfoque durante os cinco minutos (mínimo) que deveriam durar estes descansos, ou ir olhando em direções diferentes. O que não deverá fazer é passar este tempo olhando para outro dispositivo digital.

Ajuste o nível do brilho, especialmente durante a noite

Quase todos os computadores, leitores de livros digitais, tablets e telemóveis tem esta opção incorporada. Utilize-a para reduzir a fadiga visual ao final do dia.

Distância para os ecrãs

O ecrã do computador deverá estar situado a uma distância entre os 50 e os 60 centímetros (é o valor preferencial), mesmo à frente dos nossos olhos para que o pescoço possa conservar uma posição neutra e a zona cervical não se ressinta.

Com as televisões, as dimensões da sala irão determinar essa distância. Lembre-se que as televisões de grande tamanho emitem mais luz azul e devem ser vistas a uma distância maior.

Em certas ocasiões, um suplemento nutricional ajuda

Existem vitaminas para os olhos enriquecidas com carotenoides especiais, para pessoas que sofrem de certos problemas visuais, que os tomam habitualmente duas vezes por ano, na primavera e no outono.

Mesmo que a receita não seja necessária, o ideal será consultar pelo menos com um farmacêutico que lhe possa indicar quais são os melhores para si, caso necessite e quanto tempo deverá toma-los, em função da sua atividade. Por exemplo, se é estudante, em vez de fazer dois tratamentos, um na primavera e outro no outono, o ideal será toma-los na época de exames.

A tecnologia avançou muito mais rápido nestas últimas décadas do que os nossos olhos podem suportar sem se ressentirem. Além disso, uma vez que a esperança média de vida aumentou, é muito importante prevenir na medida do possível, doenças como a DMAE.

Se protegermos os nossos olhos do dano causado pela utilização prolongada de dispositivos digitais, não estaremos apenas a prevenir doenças oculares futuras, mas também problemas e desconfortos que se manifestam a curto prazo. Este cuidado realiza-se com uma estratégia múltipla, na qual não devem faltar lentes de contacto ou óculos de proteção e uma higiene de vida. Em caso de necessidade, existem gotas oculares e suplementos nutricionais que também ajudam, principalmente após a fronteira dos 40 anos.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »