• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

Quão perigoso é o gás lacrimogéneo para os olhos?

Já esteve num ambiente cheio de gás lacrimogéneo? Se sua resposta for sim, com certeza sentiu muito desconforto nos olhos. Essas armas químicas afetam todas as células do corpo. A mucosa ocular sofre especialmente porque tem mais humidade.

Ou seja, as membranas mucosas oculares reagem criando secreções para se libertar do produto. No entanto, essas substâncias fazem com que adira mais e cause choro ou lacrimejamento excessivo. Mas essas não são as únicas consequências.

Perigoso gás lacrimogêneo olhos

Há também uma contração das pálpebras, conhecida como blefaroespasmo, a tal ponto que causa cegueira temporária. A secreção e as dobras contraídas deixam-no cego e desesperado, como a maioria das pessoas faz em cenários semelhantes.

Na parte respiratório o efeito é semelhante. Como há mais produção de saliva e muco, causa asfixia e incapacita. Hoje contamos por que o gás lacrimogéneo é tão perigoso e o que pode fazer para proteger a sua visão, caso seja exposto.

O que é gás lacrimogéneo?

Na verdade, é um pó de clorobenzilideno malononitrila (CS), que é expelido com um gás propulsor de metil butil metona. Geralmente é lançado com um projétil de pólvora que cria um efeito de aquecimento. Isso faz com que se dissipe num espaço considerável de metros quadrados.

Quando várias bombas são lançadas ao mesmo tempo, uma nuvem química é formada e a concentração é maior. Existem outros tipos de gás lacrimogéneo compostos por dibenzoxazepina (CR) e oleorresina Capsicum (OC), são mais potentes e usados com menos frequência.

Usados geralmente pela polícia para controlar multidões durante as manifestações são os chamados de CS. Tanto na forma de granadas quanto em spray. Isto, apesar de estar comprovado que é prejudicial à saúde.

Quando esses produtos químicos foram usados pela primeira vez? Na Primeira Guerra Mundial, para forçar os soldados a sair de suas trincheiras. Em 1993, a Convenção de Genebra proibiu o seu uso como arma ofensiva em conflitos armados. A Convenção de Armas Químicas vetou-o em 1997.

Efeitos do gás lacrimogéneo no corpo

Este gás actua ao nível dos receptores da dor nas células, provocando uma reacção em cadeia através da qual são libertados ácidos e radicais livres. Isso significa que após segundos de inalação começa a notar sintomas desagradáveis em todo o corpo.

Os mais comuns à vista são:

Estes são geralmente sinais temporários, mas se estiver exposto ao gás lacrimogéneo por um longo tempo, podem-se tornar graves.

O que poderia acontecer? Os efeitos da exposição a longo prazo incluem olhos vermelhos e abrasão da córnea. Ou seja, pequenos cortes ou arranhões na superfície da córnea. Especialmente se esfregar a área dos olhos para tentar aliviar a ardência.

Eles também causam corrimento nasal, falta de ar, dor de cabeça e dor no peito, irritação da pele, salivação excessiva, tosse com sangue e até vómitos. Nos casos mais graves queimaduras na pele e lesões pulmonares.

Riscos de exposição repetida ao gás lacrimogéneo

Com exposições repetidas, podem aparecer manifestações inflamatórias sistêmicas. Por sua vez, a irritação dos olhos gera dor intensa, pois a composição dos gases estimula os receptores da dor, situação que pode ser agravada dependendo da magnitude do impacto.

Agora, quem são os mais suscetíveis a sofrer os estragos dos gases? Especificamente crianças, mulheres grávidas, idosos e pessoas com problemas de saúde ocular, como olho seco ou blefarite.

Não se deve esquecer que a magnitude do dano depende, em grande medida, de dois fatores. Referimo-nos ao tempo de exposição ao gás lacrimogêneo e ao nível de concentração dos gases. A proteção deve ser extrema em indivíduos sensíveis a efeitos agudos.

Medidas de proteção aconselháveis

Como os gases aderem às superfícies molhadas, precisa encontrar uma maneira de proteger essas áreas. Como fazê-lo? Aqui estão algumas das medidas de precaução recomendadas para reduzir os efeitos negativos:

Cobrir o rosto

O ideal é cobrir o rosto com uma máscara de gás. Este equipamento contém filtros de carvão ativado que protegem os olhos, nariz e boca dos vapores orgânicos presentes no ar. Se não tiver um, use óculos de proteção ou lentes de piscina seladas para impedir a entrada de partículas.

Lave os olhos

Imediatamente após o contacto com o gás, lave com água fria para remover o calor do ácido. Isso sem esfregar lembre-se que ele está preso à pele. A água morna abre os poros e piora a comichão. É por isso que não é recomendado.

Jogue fora as lentes de contacto

Se usa lentes de contacto e por algum motivo está exposto a gás lacrimogéneo, coloque algumas gotas de lágrimas artificiais para lubrificar os olhos. Em seguida, remova as lentes de contacto e não as use novamente. O produto químico aderido ao metacrilato com o qual são feitos pode causar danos aos olhos.

Usar bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio é um poderoso alcalino. Portanto, serve para neutralizar reações ácidas e sintomas indesejáveis produzidos pelo gás. Dilua um pouco em água e use esse líquido para limpar a superfície onde o pó do CS caiu.

Outras maneiras de eliminar o gás

Uma coisa importante a ter em mente ao lançar bombas de gás lacrimogéneo é não entrar em pânico. Se correr, essas substâncias aderem mais ao corpo. Porquê? Transpira mais do que o normal e a humidade contribui para a fixação na pele, afetando as mucosas.

Também não é bom ficar muito perto do chão, pois a poeira cai e sobe. Agora, pode estar a perguntar-se o que fazer depois de incorporado. Antes de tudo, ao chegar a casa, areje suas roupas por pelo menos dois dias.

Não lave antes porque as partículas ainda estão no tecido. Não coloque na máquina de lavar junto com outras roupas, pois se misturar contamina as outras roupas. A lavagem deve ser completa com água e sabão para remover todas essas substâncias.

Deve fazer o mesmo com seu corpo. Tome um primeiro banho com água fria sem esfregar e depois um segundo, mais morno ou mais quente como de costume. Os alimentos também absorvem os gases CS, portanto, se foi exposto, é melhor deitá-los fora.

Coisas que não deve fazer

Existem alguns mitos ou equívocos com os quais deve ter muito cuidado. Em vez de alcançar resultados efetivos, pode piorar a situação. Estas são algumas das coisas que não deve fazer porque são contraproducentes:

  • Cobrir a boca e o nariz com um lenço húmido, pois a única coisa que consegue é ativar mais gás lacrimogéneo. Portanto, sentirá maior irritação ao nível das membranas mucosas.
  • Espalhar pasta de dentes sob os olhos. Esses produtos são compostos por uma ampla gama de produtos químicos e não se sabe que tipo de reação pode ser gerada.
  • Colocar uma máscara industrial meia face, pois ela protege apenas o nariz e a boca, e deixa os olhos descobertos.
  • Usar óculos de qualquer tipo para se proteger, como óculos de sol normais. As que realmente impedem a entrada de poeira são as vedadas, pois cobrem bem as laterais.
  • Usar máscaras apenas com filtros de partículas, pois o gás passa por elas. Os bons são os OV/VO que também filtram os vapores orgânicos. Pela mesma razão, as máscaras que usa para se cuidar do Covid-19 também não são úteis.

De qualquer forma, o melhor que pode fazer para que os gases não o afetem é evitar expor-se a eles. Se por algum motivo estiver num local impregnado e não tiver nada para se proteger, procure uma área alta onde circule ar fresco. Não invente remédios porque poderia ser pior.

Duração do desconforto ocular causado por gás lacrimogéneo

Geralmente, o aparecimento de sintomas visuais após a inalação de gás é quase imediato. Mas os efeitos desses produtos químicos desaparecem rapidamente. Numa hora pode estar bem. No entanto, há casos em que a irritação e a sensação de queimadura demora mais.

Se sim, não desespere e espere calmamente que se dissipem. Se vir muito turvo, não esfregue os olhos. A fricção constante pode causar problemas graves na córnea. Além disso, as suas mãos provavelmente estão contaminadas e, se tocá-los assim, a condição piora.

Peça a alguém para ajudá-lo a sair da zona de fumo e lave-os com bastante água por vários minutos. Se após uma hora de lavagem, ainda tiver visão turva, cegueira temporária, vermelhidão e dor, é recomendável consultar um médico.

Idealmente, deve consultar um oftalmologista o mais rápido possível para fazer um check-up. Dessa forma, eles podem verificar se tem espasmos, olhos secos ou qualquer outro problema que dificulte a visão clara.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »