• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

O que é soro fisiológico e quando usá-lo?

Para uso em casa ou no hospital, o soro fisiológico normal é uma solução salina que ajuda a aliviar muitas doenças e condições de saúde. A sua eficácia deve-se ao fato de ser semelhante a alguns fluidos corporais, como sangue, suor e lágrimas.

Especificamente, é composto de água estéril e 0,9% de cloreto de sódio, um tipo de sal. Quem o aplica, procura distribuí-lo em grandes volumes para aplicação intravenosa, em caso de desidratação ou quando há diminuição do sal no organismo.

E, em menor quantidade, como solução para diluir outros medicamentos, que acabarão por ser administrados pelas veias ou músculos. Além disso, entre outras funções, o soro fisiológico é utilizado para limpar feridas, fazer nebulizações e lavar os olhos.

Soro Fisiológico

Pode comprá-lo em qualquer drogaria, rede de farmácias ou supermercado local, pois eles não exigem receita médica para comprá-lo. Quer saber como é classificado e para que serve? Continue a ler este artigo que preparamos sobre o assunto.

Tipos de soro fisiológico

Sob nenhuma circunstância é aconselhável usar o soro. O correto é fazer de acordo com a avaliação clínica do paciente que inclui análises de todo tipo. Selecione o melhor, dependendo do uso recomendado pelo especialista.

Todo o pessoal envolvido na dosagem prescrita de soro fisiológico, incluindo médicos, enfermeiros e até o próprio paciente, deve saber quando administrá-lo. Da mesma forma, é fundamental que saibam identificar um possível caso de overdose.

Ampolas de soro fisiológico

É um tipo de soro projetado para ser usado apenas uma vez. Geralmente, contém cerca de 5 ml da substância, portanto, não há risco de contaminação e infecção. É recomendado para uso doméstico porque o recipiente é manejável, pequeno e muito confortável.

Vale a pena optar pela apresentação em ampolas se precisar lavar os olhos, fazer uma lavagem nasal ou limpar uma pequena ferida. Qual é a sua exigência? Mantenha-as fora do alcance dos pequenos em casa.

Frascos de soro fisiológico

É um formato maior e está disponível em tamanhos diferentes. Os mais comuns são 250 ml, 500 ml e 1 litro. Para garantir que não haja contaminação, os frascos normalmente têm uma rolha. Portanto, precisará de uma seringa para retirar a quantidade necessária.

Recomendamos que, uma vez inserida a agulha, a deixe presa e depois apenas manipule a seringa. Ao mesmo tempo, medidas de higiene extremas e uso do líquido pelo menor tempo possível. Se precisar fazer uma lavagem nasal ou bochecho.

7 Usos medicinais do soro fisiológico

Devido à sua composição simples de água e sal, a solução salina também é conhecida como solução fisiológica. Ambos os ingredientes estão na mesma concentração que nos fluidos do nosso corpo, razão pela qual é aplicado em várias situações que descreveremos.

1. Desidratação

É comum se sentir desequilibrado em algum momento devido a baixos níveis de sal ou fluidos no corpo. Como primeira medida de ação, os médicos recomendam o uso de soro fisiológico para restaurar as concentrações normais dessas substâncias

Além de repor a quantidade de eletrólitos perdidos, repõe a água e os volumes de outros líquidos necessários para o bom funcionamento do organismo. Como tratamento para a desidratação, esta solução salina deve ser administrada apenas por via intravenosa.

É necessário que vá a um centro de saúde para que um profissional da área possa cuidar do seu caso em particular. Muito provavelmente, solicitará vários testes clínicos para determinar o tratamento.

2. Limpeza dos olhos

Como este sérum tem uma composição semelhante à de uma lágrima, coloque uma gota no olho se tiver irritação por um agente estranho, por exemplo. Aplicar em intervalos de tempo, de acordo com as recomendações médicas fornecidas.

Para isso, recomendamos o uso de ampolas ou frascos esterilizados descartáveis individuais. Isso evitará que germes ou bactérias entrem no globo ocular. Em todo o caso, verifique se lhe convém aplicá-lo para aliviar o seu desconforto.

Use uma compressa ou gaze estéril e molhe com o soro. Em seguida, esfregue toda a área dos olhos, incluindo a pálpebra. Após isso, descarte todo o material.

Além disso, muitas pessoas usam solução salina para limpar lentes de contacto quando não têm à mão fluidos de limpeza e manutenção específica para lentes de contacto. Esse hábito pode causar infeções oculares ou alergias.

3. Tratamento para queimaduras ou feridas

É muito comum usá-lo para lavar queimaduras. Isso ocorre porque não é uma substância tóxica ou prejudicial para os tecidos da pele danificados. Aplicar um pouco é essencial durante o tratamento médico.

Nesse sentido, é certo que a ferida se mantém limpa. No entanto, dependendo da gravidade, é improvável que remova qualquer pele morta restante. Por isso, serve de base para posterior colocação de outros medicamentos, como pomadas de corticosteróides.

Fique atento às indicações médicas. Use uma seringa sem agulha e uma gaze ou compressa estéril que deve humedecer com a solução. Em seguida, aplique o soro na ferida e limpe-o do centro para as bordas com muito cuidado.

4. Nebulizações

Sofre de sinusite ou é propenso a resfriados e gripes? A solução salina não deve faltar no seu kit de primeiros socorros. É usado para diluir medicamentos que prolongam o tempo de nebulização. Por exemplo: brometo de ipratrópio, budesonida ou salbutamol.

Como usar o soro fisiológico no nebulizador?

Tenha à mão o soro fisiológico e o recipiente do nebulizador. Agora, adicione entre 5 e 10 ml do líquido. Coloque imediatamente a máscara no nariz e respire por aproximadamente 20 minutos. É importante que esteja calmo, sentado ou deitado.

5. Lavagem nasal

É um método rápido e eficaz, pois com a ajuda da seringa, sem agulha, vai expelir o soro pela cavidade que precisa destapar. A água entrará e sairá pela outra narina, sem causar dor ou desconforto. Dessa forma, eliminará as secreções.

Pegue uma seringa de 10 ml e encha-a com soro fisiológico. Antes de prosseguir com a lavagem, incline o corpo para a frente e a cabeça para o lado. Retire a agulha, coloque a ponta da seringa no orifício a ser lavado, pressione o êmbolo e espere o líquido sair.

Quem sofre de sinusite ou rinite deve tentar esta técnica para manter o nariz devidamente limpo. É importante que durante todo o procedimento, respirem pela boca para não se engasgarem.

6. Limpeza do rosto

Sabia que é um grande aliado para manter a pele do seu rosto sem impurezas? Sim, é porque não contém produtos químicos que alteram o seu pH. Além disso, é facilmente absorvido, por isso deixa a pele macia e hidratada.

Para usá-lo, pegue uma bola de algodão, embeba-a com soro fisiológico e esfregue o rosto com movimentos circulares e delicados. Deixe secar naturalmente e a pele o absorve completamente. Nesses casos, refrigerar o soro e usá-lo por cerca de mais 15 dias.

7. Veículo de medicação

Os médicos geralmente usam solução salina para dissolver medicamentos que são administrados através de uma veia, músculo ou diretamente na pele. Entre eles, substâncias fortes, remédios em pó ou cremes.

Na maioria dos ambientes clínicos, a solução salina é usada em várias concentrações. Embora seja um líquido de substituição, manutenção ou solvente, não deve ser considerado sem antes conhecer a composição geral do paciente e as suas necessidades normais.

Para aplicação intravenosa ou intramuscular, dirija-se a um enfermeiro, farmacêutico ou médico que saiba realizar o procedimento corretamente. Em caso de erro na dosagem por administração inadequada, é importante suspender o fornecimento e atender os sintomas.

O que acontece depois de usar solução salina normal?

É aconselhável que o especialista faça avaliações periódicas, observando o estado dos achados clínicos. Se houver um desequilíbrio nos padrões eletrolíticos normais, por exemplo, pode ser necessário ajustar a quantidade de soro administrada ao paciente.

Por outro lado, aquelas pessoas com risco de desenvolver sobrecarga hídrica necessitam de avaliação frequente, que inclui um exame físico completo, bem como um controlo do desequilíbrio eletrolítico para minimizar o risco de complicações.

Possíveis efeitos colaterais do uso de soro fisiológico

Normalmente, a solução salina fisiológica é bem tolerada. Os efeitos colaterais após a sua aplicação são gerados em ocasiões muito raras. Por exemplo, pode causar vermelhidão ou inchaço após ser administrado numa veia.

Além disso, se exceder a quantidade e o tempo de fornecimento, é claro que aumentará a quantidade de sódio no corpo e, portanto, poderá causar desidratação. Além disso, é provável que o cálcio nas células diminua e comece a sofrer de acidose.

Outras consequências mais graves não são produzidas exatamente pelo líquido, mas talvez por uma avaliação errada do caso. Se atender a alguma dessas características, não permita que administrem o soro:

  • Hipersensibilidade ao cloreto de sódio
  • Insuficiência cardíaca
  • Edema generalizado
  • Excesso de sódio no sangue
  • Insuficiência renal

Dessa forma, embora o soro fisiológicoseja maleável e benéfico para a saúde das pessoas, cuidados devem ser tomados na sua administração. Antes que o médico o faça, deve considerar fatores como idade, peso, exames laboratoriais e caso clínico.


Artigos Relacionados

Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »