• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

Como saber qual é o seu olho dominante? Faça o teste

É preciso referir que o olho dominante é aquele com maior acuidade visual. Portanto, identificá-lo é extremamente útil para entender como funciona a nossa capacidade de visão. Na verdade, isso pode ter algumas implicações na nossa vida diária.

Mesmo que ainda não saiba qual é o seu olho dominante, depois de ler este artigo, que o irá ajudar a descobrir, poderá determinar facilmente a sua capacidade de identificar números ou letras à distância.

Sabe qual é o seu Olho Dominante? Faça o teste

Qual é o domínio de um olho sobre o outro

Como mencionamos anteriormente, a dominância é definida por um fator monocular na visão. Isso resulta num olho com maior acuidade visual em comparação com o outro. Alguns dos aspetos que o definem são os seguintes:

  • Anomalias formativas.
  • Erros de refração.

Quando este tipo de problema ocorre apenas num olho gera:

  • Anisometropias fornecidas por erros de refração.
  • Aniseiconias causadas pela diferença de tamanho entre as imagens de ambos os olhos.
  • Doenças oculares. O que faz com que a diferença entre a acuidade visual de ambos os olhos seja muito mais predominante.

É importante ter em mente que a dominância pode ser motora ou sensorial, como explicaremos de seguida.

Teste para determinar a dominância motora do olho

A primeira alternativa é pegar num lápis e colocá-lo na frente do nariz, mais precisamente a 30 centímetros. Agora focalize os olhos num objeto distante e alinhe o lápis com esse objeto.

Assim, feche alternadamente um olho e depois o outro. Como resultado, você terá um olho alinhado com o objeto. O que será indicativo de que este é o olho motor dominante.

Outra alternativa é fazer o teste do buraco. Para tal, precisa de um pedaço de papel e deve abrir um buraco no centro. Quando estiver pronto, segure o papel com as duas mãos e olhe através dele com os dois olhos.

Neste caso, você deve visualizar um objeto que está a uma distância de 3 a 4 metros. Posteriormente, aproxime o papel dos olhos sem perder de vista o objeto. Finalmente, perceba com que olho estava a olhar, determinando assim, o seu olho dominante.

Teste para determinar o domínio sensorial do olho

Neste caso, a dominância sensorial não implica nenhuma doença ocular associada. Portanto, ambos os olhos têm condições muito semelhantes. Deste modo, é determinado clinicamente, após um estudo aplicado através de um estereoscópio que analisa a eficácia de ambos os olhos.

Formas de determinar o domínio sensorial do olho

Apesar de ser determinado através de um exame médico, o método é relativamente simples e feito de maneira intuitiva. Por exemplo:

  • Determinar qual o olho que percebe com maior intensidade as cores.

Teste das 5 perguntas para saber qual é o olho dominante

Para saber qual é o seu olho dominante, existem muitos testes, como exames médicos ou perguntas simples. Aqui estão algumas delas:

Mantenha os dois olhos abertos e aponte o dedo para um objeto distante. Abra e feche o olho direito. O que acontece?

  1. O dedo não gera nenhum movimento.
  2. Não consegue perceber se o seu dedo se move.
  3. Sente que o objeto se afasta e/ou se aproxima.

Escreva uma letra pequena num pedaço de papel e cole-a numa régua. Em seguida, segure a régua à sua frente e mova-a em direção ao seu nariz. O que acontece?

  1. O olho esquerdo não focaliza a letra.
  2. O olho direito não focaliza a letra.
  3. Ambos os olhos mantêm uma visão focada até que a letra se aproxime.

Coloque os braços estendidos ao nível dos seus olhos. Agora coloque as palmas das mãos paralelas ao corpo e forme um triângulo com os polegares e os dedos indicadores. Olhe através de um buraco para um objeto que não exceda as suas dimensões. Para determinar o que acontece, feche o olho esquerdo.

Sabe qual é o seu Olho Dominante? Faça o teste... Exercicio

  1. A imagem não está distorcida.
  2. A imagem muda.
  3. Não consigo distinguir o que está a acontecer.

Visualize um objeto à distância e aponte para aquele ponto com os olhos abertos. Em seguida, abra e feche um olho e alterne esse movimento com o outro olho. Que ocorre?

  1. O olho direito alinha-se com o objeto à distância.
  2. O olho esquerdo está melhor alinhado.
  3. Não consigo dizer qual é o olho que está mais alinhado.

Resultados do teste de acuidade visual

  • Se a maioria das suas respostas foi o número (1), o seu olho dominante é o direito.
  • Se, por outro lado , a maioria das suas respostas foi o número (2), o seu olho dominante é o esquerdo.
  • Se as suas respostas foram maioritariamente o número (3), não há prevalência definida.

Quando é que é importante saber a dominância ocular num tratamento de monovisão

Em diversas práticas clínicas em oftalmologia, é extremamente importante saber qual é o olho dominante, sendo esta uma informação essencial para o sucesso de vários tratamentos oculares.

Um exemplo comum é o tratamento de monovisão para corrigir a presbiopia que consiste em corrigir a esfericidade da córnea, de forma a adaptar a visão do olho dominante a abordagens de maior distância, enquanto o olho não dominante se adapta à visão ao perto.

Vários estudos comprovaram que este tratamento para além de viável representa também excelentes resultados neste tipo de paciente. Portanto, para que isso seja possível, o especialista deve determinar qual é o seu olho dominante. Para tal, aplica uma série de testes que identificam a:

  • Dominância direcional.
  • Dominância motora.
  • Dominância sensorial.

Presbiopia

Normalmente, essa condição visual é consequência do envelhecimento e traduz-se na perda gradual da capacidade do olho em ver objetos próximos. Até o próprio significado deste problema ocular tem origem grega na tradução da frase "olho velho".

A presbiopia é um problema comum que afeta adultos com mais de 40 anos e o sintoma mais evidente é a necessidade de afastar objetos que estão a uma curta distância para poder visualizá-los melhor.

Quais são as causas da presbiopia?

Este problema ocular tem origem no cristalino que está dentro do olho, especificamente atrás da íris. A sua função é mudar a forma para focar a luz na retina, o que em grande parte torna a visão possível.

Com o passar do tempo, o cristalino vai perdendo as suas principais características: flexibilidade e suavidade. Em alguns casos, pode ainda mudar de forma. Por esse motivo, é muito difícil focar objetos quando há alterações.

Como não há maneira de reverter os sinais de envelhecimento, é necessário tratar este problema ocular com um tratamento específico. Normalmente, a solução passa pela cirurgia ou pelo uso de óculos graduados e/ou lentes de contacto. Saber qual é o seu olho dominante vai ser vital para melhorar a visão de pacientes com presbiopia.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »