• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

Óculos para ver ao perto: como saber se é necessário utilizar óculos e como escolher os mais adequados

É surpreendente o número de pessoas que acredita que vê perfeitamente e, quando consulta o especialista, tendo, por exemplo, como causa dores de cabeça recorrentes, percebem que não é bem assim.

O mais habitual é que estas pessoas, que são desta forma assim surpreendidas, necessitem da utilização de óculos de ver ao perto, mais conhecidos como óculos de leitura. O motivo para ver mal ao perto tende a ser a presbiopia, uma condição que se deve ao envelhecimento, mas que se vai manifestando pouco a pouco.

Se se surpreende a si próprio a afastar os textos com letras pequenas para, desta forma, os conseguir ler, este artigo poderá ser do seu interesse.

Quando devem ser utilizados os óculos para ver ao perto?

O momento mais comum é quando começam a existir problemas para ler, por exemplo, rótulos ou se a presbiopia começa a causar dores de cabeça. Na realidade, a melhor opção é que a partir dos 40 anos se façam revisões oftalmológicas periódicas, nas quais será averiguado se o paciente sofre realmente de presbiopia e qual a graduação necessária. E se é verdade que a presbiopia usualmente começa nestas idades, existem também casos em que a presbiopia poderá aparecer mais cedo, devido a efeitos secundários de alguns medicamentos ou ao uso abusivo de ecrãs digitais. Existem também casos em que se poderá tardar mais a ver turvo ao perto, simplesmente por uma questão de sorte.

Os óculos de ver ao perto não servem somente para ler. Podem existir casos em que a presbiopia seja leve, de maneira que permite ler corretamente, ainda que afastando um pouco o texto, mas que impossibilite colocar uma linha numa agulha, por exemplo. Ou que, enquanto se disfruta da pintura de miniaturas, se repare que este hobby começa a custar muito esforço e se acabe mesmo com dores de cabeça.

Os óculos de ver ao perto utilizam-se quando se realizam atividades nas quais são realmente necessários. Isto significa que, caso a presbiopia seja incipiente e não são necessários para, por exemplo, ler o jornal, é porque ainda não será o momento para começarem a serem utilizados. A função dos óculos de ver ao perto, ou de lentes de contacto para pessoas que sofrem de presbiopia, é a de compensar a capacidade de focar perdida, causada pelo endurecimento do tecido situado mesmo antes do cristalino. Ou seja, são óculos para facilitarem a vida, pois não têm como objetivo corrigir o problema de visão que irá avançar com os anos.

Desta forma, periodicamente irá ser necessário alterar a graduação dos óculos de leitura ou das lentes de contacto para distâncias curtas.

Necessito de óculos

Como escolher os óculos mais apropriados?

Relativamente aos óculos para ver ao perto, deve pensar-se se se prefere uma armação mais robusta ou mais fina. Não se trata somente de estética, pelo que se deve saber que se se vê bem ao longe e só se apresenta presbiopia como problema de visão, uns óculos com armação mais fina ou até mesmo sem armação, e umas lentes não demasiado grandes, podem evitar que se esteja constantemente a põr e a tirar os óculos. Por esta razão, existem pessoas que colocam os óculos, sem armação, quase na ponta do nariz, pois são óculos para presbiopia nessa posição, e caso desejem ver ao longe simplesmente têm que olhar ligeiramente para cima.

No entanto, a distância entre o olho e a lente influencia a graduação que será necessária, pelo que se deve pensar antes no tipo de óculos que se deseja utilizar, caso apenas se necessite de correção da presbiopia. Nesse caso, os óculos com armações mais robustas e lentes mais amplas produzirão uma visão turva quando, estando a utilizá-los, se deseje olhar para os extremos das lentes.

Se além da presbiopia, também se apresenta necessária a correção da miopia, hipermetropia ou astigmatismo, serão necessários óculos ou lentes de contacto bifocais, ou melhor ainda, multifocais. As lentes multifocais permitem uma melhor adaptação e podem ser usadas por pessoas que não toleram muito bem as lentes bifocais, como é o caso de pessoas que sofram de vertigens. Relativamente às lentes multifocais, não existe diferença entre escolher óculos ou lentes de contacto, uma vez que ambos vão estar adaptados para que somente se necessite de coloca-las retirá-las, respetivamente ao levantar e ao deitar.

Onde podem ser comprados os óculos de ver?

Os óculos de ver ao perto podem ser comprados numa ótica online, onde são graduados conforme as necessidades de cada usuário. Esta ótica pode ser um estabelecimento físico, caso seja necessária uma avaliação da acuidade visual para se saber qual a graduação, ou numa ótica online.

O mesmo se pode aplicar às lentes de contacto, lembrando que as graduações de óculos devem ser ajustadas a graduações de lentes de contacto, pois existe uma certa discrepância de valores.

Não poderemos recomendar lentes para ver melhor ao perto, que são vendidas a preços muito baixos em estabelecimentos não homologados, com graduações preestabelecidas. Usar umas lentes mal graduadas poderá ser prejudicial para a visão mais cedo ou mais tarde, já para não falar dos incómodos no seu uso.

Como saber o que necessita?

Como saber se se necessita de óculos para ver ao perto? Geralmente, quando se está em dúvida sobre a necessidade do uso de óculos, o mais provável é que a resposta seja afirmativa, pois este tipo de dúvidas não surge se vê perfeitamente a qualquer distância.

Em caso de dúvida, devemos dirigir-nos a uma ótica ou a um oftalmologista para que seja feita uma avaliação completa à acuidade visual e assim pôr fim às dúvidas. De facto, existem casos em que a graduação de uma correção visual é tao baixa que o melhor será mesmo não utilizar lentes, de forma a evitar que olho se habitue.

No entanto, a vista cansada ou presbiopia é um caso distinto, uma vez que somente se pode piorar, ao contrário do que acontece com outras correções visuais como a miopia, por exemplo. Por isso, caso sejam sentidas dificuldades para ler ou realizar alguma tarefa que requeira acuidade visual a curta distância e se sofra de presbiopia, poder-se-á começar a utilizar lentes; tendo em conta de que não vão evitar nenhuma remissão natural.

A presbiopia é algo natural, um problema associado ao envelhecimento do olho. Como não tem nenhum outro tratamento, sem ser o uso de lentes ou cirurgia, esta última em casos avançados, o melhor é que se comece a utilizar óculos ou lentes desde que se seja diagnosticado, porque se nota dificuldades em realizar alguma atividade, ao ver turvo a curta distância.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »