• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

8 dicas para cuidar dos olhos no verão

Considerando as condições extremas de calor neste verão, precisa de prestar mais atenção aos cuidados com os olhos. Esta parte do corpo é ainda mais delicada que a pele. Sabia que tanto o aumento da temperatura como outros fatores ambientais o afetam?

Esteja na praia ou em qualquer outro lugar, é conveniente protegê-los. Por quê? Nesta estação costumam ocorrer muitos problemas oftalmológicos. Principalmente relacionado com a exposição excessiva ao sol durante as férias.

Cuidar Olhos Verão

Também ligado ao uso de piscinas, ar condicionado e outras circunstâncias típicas desta época do ano. Por exemplo, irritações na córnea, secura e conjuntivite. Por isso, é fundamental ter um cuidado especial com a sua saúde visual.

Portanto, se passar muito tempo ao ar livre ou num ambiente com fluxo de ar frio, deve aplicar algumas medidas que falaremos agora. Neste artigo, fornecemos informações úteis para evitar condições visuais durante estes dias.

1. Conheça os efeitos da radiação solar

Para entender a importância dos cuidados com os olhos é necessário estar bem informado. Isso implica saber porque os raios do sol afetam os olhos. Especialmente, nos meses de verão, quando a radiação se torna mais intensa. Pronto para aprender?

Esse tipo de energia eletromagnética viaja através das ondas de luz do sol sem que perceba. Existem três tipos: UVA, UVB e UVC. As ondas UVA estão presentes durante todo o ano, mas intensificam-se nesta época. E são capazes de penetrar na atmosfera em dias nublados.

Isso significa que os raios refletem em superfícies como água, neve e areia, o que é prejudicial à visão. Se se expor sem nenhum controlo, é muito provável que sofra queimaduras e sinta desconforto dentro do globo ocular.

A longo prazo, a exposição prolongada a este tipo de radiação provoca catarata, pterígio, degeneração macular e outros danos por acumulação. Tudo isso afeta gradualmente a visão. Como pode ver, a informação é a solução para protegê-lo.

2. Use óculos de sol com proteção UVA

Assim como cuida da pele usando cremes protetores quando vai à praia, deve tentar manter os olhos saudáveis. A melhor forma é não expô-los diretamente ao sol, por isso é recomendado o uso de óculos com proteção ultravioleta.

Ao comprar esses óculos, tenha em mente o local onde os compra. É importante fazê-lo em óticas ou estabelecimentos de confiança, que ofereçam a garantia de que têm realmente o nível de proteção adequado, que é de 100%.

Os mais indicados são aqueles que possuem filtros UVA e UVB, pois repelem os raios de maior comprimento. Estão disponíveis no comércio informal, mas não filtram bem a luz, pois são de baixa qualidade. Por isso são óculos baratos.

Além disso, a vantagem de ir a um local especializado é que pode comprar óculos com receita. Ou seja, com correção em caso de problema de refração. Desta forma, previne certas doenças. Se usa lentes diárias, evite colocar poeira sobre elas ou secá-las.

3. Escolha proteger-se da luz

Receber muita luz solar é prejudicial, não apenas para a pele. No caso dos olhos, corre-se o risco de contrair conjuntivite por irritação solar, ceratite dolorosa ou edema macular, entre outras doenças que pode discutir com seu médico.

Portanto, outra medida necessária é localizar em espaços onde haja sombra. Especialmente quando o sol está muito forte ou brilhante. Isso significa em locais onde há menos energia radiante, que são um pouco mais escuras.

As pessoas que trabalham o dia todo na rua são mais vulneráveis a patologias visuais. Por exemplo, vendedores ambulantes e trabalhadores da construção civil, pois estão altamente expostos à radiação.

Não importa se está a ir para o trabalho ou para se divertir, leve um boné de pala ou um chapéu de abas largas. Estes acessórios são muito úteis para bloquear a luz ultravioleta. Toldos e guarda-sóis também fornecem proteção.

4. Não use lentes de contacto na piscina

No verão é comum ir à piscina. Infelizmente, muitas pessoas ficam debaixo d'água com lentes de contacto. Segundo os oftalmologistas, essa ação representa um perigo iminente para a saúde visual.

Embora a água receba tratamento especial com cloro e bromo, ela não é totalmente estéril. Se analisar uma gota através de um microscópio, perceberá o número de germes e bactérias que ela contém. Inclusive, ficaria com medo ao ponto de não querer mais fazer isso.

Um protozoário chamado Acanthamoeba geralmente está presente neste meio aquoso. Este germe é capaz de causar uma infecção grave com possível perda de visão. Portanto, não é aconselhável nadar na piscina com lentes de contacto, mesmo que feche os olhos.

Outro risco é que as lentes fiquem deformadas ou que o suor cause irritação. O mais conveniente é tirá-las e colocá-las depois. Existem óculos de natação especiais que são graduados para se ajustarem confortavelmente para que a água não entre nos olhos.

5. Modere o uso de ar condicionado

Em tempos de calor intenso é normal que queira passar mais tempo em ambientes climatizados. No entanto, o ar condicionado tende a secar muito os olhos. Ao usar este sistema, evite que a corrente de ar frio atinja diretamente o rosto.

Se estiver no carro, aponte o ar para longe da área dos olhos para que não sequem. Também é bom moderar a exposição porque o excesso de secura e correntes de ar gelados produzem irritações como conjuntivite ou ceratite.

Tente afastar-se da fonte de ventilação e use humidificadores para regular a humidade. Ainda mais se sofre de síndrome do olho seco, blefarite ou outra doença que altera a produção natural de lágrimas.

Outra maneira de evitar o ressecamento é piscar constantemente e beber bastante água. Se tiver sintomas moderados, a aplicação de gotas de lágrimas artificiais proporciona alívio. O seu oftalmologista dirá-lhe qual é o melhor para usar.

6. Cuide de crianças pequenas

Embora todos precisemos de nos proteger do sol, há populações que precisam mais. Por exemplo, crianças pequenas. Em particular, bebês de 0 a 6 meses que alguns especialistas consideram melhor não levá-los a lugares ensolarados como a praia.

No caso dos recém-nascidos, seus olhos ainda não estão formados. Por isso, são muito sensíveis à luz solar, o que cria um efeito cumulativo. Consequentemente, eles correm o risco de sofrer de vários tipos de doenças, incluindo cancro a longo prazo.

Se não tiver escolha a não ser levá-los para o mar ou para as montanhas, cubra-os. A partir de um ano de idade já é possível colocar óculos de sol. Os mais velhos também ficam expostos, pois passam muitas horas a brincar ao ar livre.

Para as crianças, também é recomendado o uso de óculos de proteção e viseiras longas. E, claro, não permita que apanhem muito sol. É bom criar esse hábito desde cedo para que se mantenham saudáveis.

7. Coma bem e durma o suficiente

Uma boa nutrição é outra forma de prevenir ou retardar doenças. Aproveite para comer vegetais, frutas e proteínas. Os oftalmologistas recomendam peixes oleosos porque contém ômega 3 e outros ácidos graxos que são excelentes para as lágrimas.

Além disso, alimentos ricos em vitaminas E, C e zinco, como brócolos, cenoura, paprica, espinafre, laranja e vegetais folhosos vermelhos, entre outros. Ao incluir esses e outros nutrientes adequados em sua dieta diária, terá uma visão melhor.

Os suplementos vitamínicos são igualmente importantes, principalmente para quem não consome esses alimentos. Mas esta não é a única coisa que os seus olhos precisam para estar bem. Também é essencial dormir o número correto de horas.

Quando fica acordado até tarde, esse órgão sofre, por isso é essencial dar descanso. Quando for dormir, não faça isso com suas lentes de contacto. Siga as recomendações médicas e retire as lentes antes de dormir.

8. Consulte um Oftalmologista

Não espere o verão para ir a uma consulta com o seu oftalmologista. Ainda menos se costuma ter problemas oculares. É aconselhável que o médico o examine previamente para ver em que condições se encontra.

No caso de detectar uma determinada patologia, indicará algum tratamento que sirva para corrigir ou aliviar a doença. Da mesma forma, poderão recomendar o que fazer durante a estação quente para que os seus olhos não sofram nenhum dano.

Por exemplo, o tipo de gotas que deve aplicar se sentir secura. Existem muitos tipos de lágrimas artificiais no mercado destinadas a humedecê-las. Certamente, esses produtos são úteis para lubrificação, mas não é correto automedicar-se.

Há pessoas que aplicam gotas sem prestar atenção às sugestões oftalmológicas. No entanto, não é saudável. Se usar para tratar uma ferida ou irritação, poderá causar uma infecção grave. O desconforto é resolvido pelo oftalmologista.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »