• Nº1 na Opinião dos Clientes
  • Poupe até 50% face às óticas de rua
  • Envio Rápido 24h a 48h
  • -20% Óculos de Leitura

Apoio ao Cliente
Apoio ao Cliente

Estrabismo: o que é, causas e tratamentos

O estrabismo tem como consequência o chamado olho preguiçoso, que consiste em que o cérebro ignora parcial ou totalmente a informação que recebe de um olho, o que denominamos preguiçoso, por não conseguir sobrepor as imagens enviadas por dois olhos desalinhados.

O olho preguiçoso se não for corrigido a tempo, torna-se crónico. Portanto, a cura do estrabismo visa não apenas corrigir um possível problema estético de estrabismo, mas, acima de tudo, para garantir que o cérebro continue a processar a informação que recebe de dois olhos, sem permitir que um se torne parcial ou totalmente cego de origem neurológica.

Como corrigir o estrabismo?

O que é o estrabismo?

Fala-se de estrabismo quando os dois olhos não parecem alinhados. Um olho, em relação ao outro, estará desviado para dentro, para fora, para cima ou para baixo, ou em um ângulo oblíquo, em maior ou menor grau. E isso confunde o cérebro.

Os casos de estrabismo leve podem ser a sequela de um estrabismo importante corregido na infância, com ou sem cirurgia. O importante é que a visão seja correta em ambos olhos, e os casos leves de estrabismo habitualmente não comprometem este aspeto nem afetam a perceção de profundidade.

Quais são as causas e sintomas do estrabismo

O sintoma mais claro de estrabismo é o desalinhamento dos olhos, que se manifesta habitualmente na infância. No entanto, os recém-nascidos podem apresentar movimentos estrábicos transitórios sem serem sinal de alarme, mas algo típico do desenvolvimento da visão. Esses desvios deverão desaparecer após dois ou três anos e, caso contrário, é aconselhável consultar um oftalmologista.

Sobre as causas do estrabismo, podemos falar das que ocorrem em um dos olhos (o olho preguiçoso), e das que têm origem neurológica.

Existem seis músculos extraoculares em cada olho, cuja missão é controlar o movimento dos olhos e permitir-nos olhar para cima, para baixo, para o lado, etc. Em teoria, o movimento dos olhos fá-los sempre moverem-se uniformemente, com a visão de cada olho em uma direção paralela à do outro.

Mas se existirem certos problemas neurológicos, isso pode não ser alcançado. Também não é alcançado quando o cérebro recebe uma imagem de melhor qualidade do que outra e não é capaz de sobrepô-las para formar o que a pessoa deveria ver. Nestes casos, o cérebro tenta compensar o problema de qualquer maneira, seja ignorando a informação que recebe de um dos olhos ou desviando-a um pouco para receber sinais que é capaz de processar.

Como corrigir o estrabismo?

O estrabismo tem solução apenas se for tratado antes que a visão e o cérebro da criança estejam desenvolvidos.

Óculos ou lentes de contacto adequadas

A solução é garantir que o cérebro recebe as imagens de ambos olhos corretamente, para que quando um dos olhos tiver uma doença como hipermetropia e o outro não, ou exista uma diferença significativa nas dioptrias de ambos olhos míopes, a primeira abordagem consiste no uso de óculos ou lentes de contacto com a graduação adequada para cada olho. Às vezes, o olho que vê melhor é temporariamente coberto com um adesivo, para forçar o cérebro a processar as informações do chamado olho preguiçoso.

Exercícios visuais

Mas, como se trata o estrabismo quando duas lentes adaptadas não são suficientes? Com exercícios visuais que oferecem resultados satisfatórios se são aplicados desde a infância, a partir dos quatro ou cinco anos de idade. A estes exercícios que melhoram o alinhamento do olho sem cirurgia dá-se o nome de terapia visual.

Cirurgia oftalmológica

Por último, quando todos os itens acima mencionados não são suficientes, a cirurgia oftálmica é usada para tratar o estrabismo antes que ocorra algum dano neurológico irreversível.

Para adultos que não foram tratados corretamente para estrabismo infantil, a cirurgia pode alcançar um bom resultado cosmético, mas não eliminará completamente a ambliopia.

Ambliopia é o nome dado ao fato de que a visão em um dos olhos diminui apesar de não haver lesões na retina ou no nervo ótico que expliquem esta diminuição da visão, mas a causa é que o olho e o cérebro não estão trabalhando juntos da maneira correta.

A cirurgia oftálmica consegue corrigir a aparência de um dos olhos com estrabismo porque recoloca os músculos extraoculares, procurando eliminar a visão dupla e o foque incorreto. Embora se já haja dano cerebral, a medicina não sabe como corrigi-lo hoje.

Alternativas temporárias

Existe uma forma adicional de tratar o estrabismo sem cirurgia, mas apenas é aplicável em poucos casos. Consiste em injetar periodicamente a toxina botulínica em um ou mais músculos oculares de um ou de ambos os olhos, embora como o tratamento seja temporário, nos casos em que as lentes que corrigem o estrabismo não sejam suficientes, habitualmente opta-se diretamente para a solução cirúrgica.

O estrabismo é muito mais que o problema cosmético que resulta de ter os olhos desalinhados. Essa maneira desigual de olhar influencia a visão, às vezes alterando a perceção de profundidade e, em outras ocasiões, representa um dilema para o cérebro que decide resolver ignorando o sinal que recebe de um dos olhos. Portanto, o estrabismo não tratado pode levar à verdadeira cegueira de um olho saudável.

Resumindo: como é corrigido o estrabismo? Agindo a partir dos três ou quatro anos de idade com óculos adaptados. É um processo que leva anos e geralmente é reforçado com exercícios que ajudam a reeducar os músculos extraoculares. Quando necessário, a cirurgia é utilizada, embora os resultados só sejam bons se realizada antes da idade adulta.

Em adultos, a cirurgia para corrigir o estrabismo consegue reduzir a disparidade ocular, mas não consegue eliminar os distúrbios da visão se não forem tratados precocemente. Há pessoas que têm um estrabismo leve ou residual que não interfere na visão.


Artigos Relacionados

Pesquisa

Temas
Conforto superior ao longo de todo o mês com as Lentes Hydrasense Lentes de Contacto

Top 10 artigos

Top 10
Olhos Secos e Sensiveís com BioNatural Líquidos
Opiniones de Clientes en Lentes de Contacto 365
Apesar do elevado número de encomendas, todos os pedidos estão a ser expedidos com normalidade. Saiba mais »